Plano de divulgação
Geral
Assunto
Abastecimento de água
Disponibilidade
Ano - 2017
Variáveis
  • Municípios com serviço de abastecimento de água por rede geral de distribuição em funcionamento e com perdas de faturamento da água distribuída
Classificações
Motivo das perdas de faturamento
  • Total
  • Tem conhecimento sobre os motivos das perdas de faturamento no município
  • Fraudes nas ligações
  • Erros de cadastro
  • Falta de hidrômetros
  • Problemas de medição
  • Outro(s)
  • Não tem conhecimento sobre os motivos das perdas de faturamento no município
Existência e programas ou ações de controle de perdas de faturamento da água distribuída
  • Total
  • Realizou programas ou ações de controle
  • Instalação adequada de macromedidores
  • Calibração dos macromedidores
  • Melhoramento do sistema de gestão do controle de perdas
  • Combate a fraudes, controle de ligações clandestinas e inativas
  • Qualificação de mão-de-obra
  • Instalações, manutenção, desinclinação ou troca de hidrômetros
  • Outro(s)
  • Não realizou programas e ações de controle
Níveis Territoriais
  • Brasil (BR)
  • Grande Região (GR)
  • Unidade da Federação (UF)
  • Área de influência - PNSB (AI)
  • Município (MU)
Notas
1. A tabela contabiliza um Município sempre que pelo menos uma entidade do Município informa realizar determinada atividade, ou possuir uma dada característica. Um mesmo Município pode ter mais de uma entidade executora do serviço. 

2. Perdas de faturamento da água distribuída no município: diferença entre o volume total de água distribuída pela entidade no município (disponibilizada para consumo das economias do município) e o volume de água faturada junto às economias localizadas no município. Em geral, decorrem de ligações clandestinas ou não cadastradas, hidrômetros parados ou que submedem, fraudes em hidrômetros, entre outras causas. Considera-se perda não física da água aquela que, embora seja usada pelos consumidores, não é medida ou estimada pela entidade de abastecimento de água para fins de faturamento.

3. Os volumes da água distribuída e faturada no município pesquisado não incluem o volume da água enviada para outro(s) município(s) ou outra(s) entidade(s) para tratamento e/ou distribuição.

4. O consumo de água com autorização para não faturamento não é considerado uma perda de faturamento, uma vez que é permitido pela entidade.

5. Na categoria “Não tem conhecimento sobre os motivos das perdas de faturamento no município” foram contabilizados os municípios em que pelo menos uma entidade executora com serviço em funcionamento informou não ter conhecimento sobre os motivos das perdas de faturamento no município.

6. Na categoria “Não realizou programas e ações de controle” foram contabilizados os municípios em que pelo menos uma entidade executora com serviço em funcionamento informou não realizar programas e ações de controle.
Fonte
IBGE - Pesquisa Nacional de Saneamento Básico