• Histórico
  • Quadros

Pesquisa Industrial Anual - Produto

PIA Produto - Novos dados para 2015 e atualização de dados para 2013 e 2014

Histórico

A primeira Pesquisa Industrial Anual - PIA foi realizada pelo IBGE em 1967, referente ao ano de 1966, com metodologia definida pelo Grupo Especial de Trabalho para as Estatísticas Industriais - GETEI, criado em 1964.

De 1966 a 1979, a Pesquisa Industrial foi censitária para um corte de valor da produção estipulado, atingindo cerca de 99 mil estabelecimentos em 1978, fornecendo resultados para Brasil e detalhamentos geográficos, dependendo do ano de referência, segundo classes, gêneros, grupos e subgrupos da classificação de atividades. Para esses anos apresentaram-se resultados para cerca de 500 produtos industriais selecionados.

Em 1981, foi introduzida a amostragem probabilística de estabelecimentos, visando facilitar a coleta, agilizar a apuração dos dados e reduzir os prazos de divulgação de resultados. A amostra foi planejada para representar os Dados Gerais dos estabelecimentos para Brasil e Unidades da Federação e dar estimativas de produção física para os 736 produtos acompanhados na Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física, para efeito do cálculo de indicadores conjunturais. Possuía cerca de 28 mil estabelecimentos, sendo: 13 mil informantes exclusivos de Dados Gerais, 10 mil informantes de Produção Física e 5 mil informantes simultâneos de Dados Gerais e Produção Física. Foram divulgados resultados para 600 produtos.

A partir de 1996, com o Programa de Modernização das Estatísticas Econômicas, a concepção do sistema de pesquisas econômicas foi modificada e, neste contexto, a Pesquisa Industrial Anual foi totalmente reformulada, passando a se desdobrar em duas pesquisas: a Pesquisa Industrial Anual - Empresa e a Pesquisa Industrial Anual - Produto. A série da primeira tem início em 1996 e, da segunda, em 1998.

A Pesquisa Industrial Anual - Produto - PIA-Produto tem por objetivo gerar informações anuais sobre o volume e o valor dos principais produtos fabricados e dos serviços de natureza industrial prestados no País. Desse modo enfoca a estrutura produtiva industrial.

Os principais objetivos da pesquisa são:

. Dimensionar os mercados dos principais produtos industriais;

. Atualizar a Matriz de Insumo-Produto e a construção de deflatores implícitos da produção final;

. Atualizar o painel de produtos/informantes da Pesquisa Industrial Mensal de Produção Física;

. Fornecer informações de valor de vendas e quantidades produzidas e vendidas dos produtos e dos valores de vendas dos serviços de natureza industrial.

A partir de 2005, o âmbito da PIA - Produto passa a ser dado pelo conjunto de empresas que satisfazem os seguintes requisitos (ou seja, estrato certo da PIA-Empresa):

. ter registro no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) do Ministério da Fazenda ;

. estar classificada como empresa industrial no Cadastro Central de Empresas do IBGE (CEMPRE);

. ter 30 ou mais pessoas ocupadas.

A unidade de investigação da PIA - Produto é a unidade local produtiva industrial pertencente a uma empresa industrial.

A unidade local é o espaço físico, geralmente uma área contínua, no qual uma ou mais atividades econômicas são desenvolvidas, correspondendo a um endereço de atuação da empresa. A empresa é a unidade jurídica caracterizada por uma firma ou razão social que engloba o conjunto de atividades econômicas exercidas em uma ou mais unidades locais.

Define-se como empresa industrial a empresa com atividade principal compreendida nas seções C e D (Indústrias Extrativas e Indústrias de Transformação, respectivamente) da Classificação Nacional de Atividades Econômicas - CNAE, e como unidades locais de produção industrial, aquelas onde são exercidas estas atividades.

Para divulgar os resultados da PIA Produto adota-se a PRODLIST-Indústria, revisada e atualizada periodicamente pela Coordenação de Estatísticas Econômicas e Classificação - CEEC, é uma lista abrangente de mercadorias e serviços industriais baseada na Nomenclatura Comum do Mercosul - NCM e ordenada por classe da Classificação Nacional de Atividades Econômicas – CNAE, voltada especificamente para a organização de pesquisas sobre a produção industrial nacional.

O principal objetivo desta nomenclatura é o de criar uma mesma referência para as especificações de produtos industriais em pesquisas sobre a produção industrial nacional realizadas pelo IBGE ou por outras entidades, garantindo a articulação destas fontes entre si e com as estatísticas dos fluxos de importação e exportação. Em economias abertas e competitivas, a disponibilidade e a articulação destas informações são essenciais para a formulação de políticas setoriais de incentivos e/ou regulamentações, o acompanhamento de mercados específicos e a definição de estratégias empresariais.

A PRODLIST-Indústria foi elaborada pelo IBGE com a colaboração de várias entidades públicas e privadas e de especialistas setoriais e teve como principal objetivo servir à organização da Pesquisa Industrial Anual de Produtos (PIA-Produto).

A documentação da PRODLIST-Indústria referente à última atualização pode ser acessada na página da Internet sobre classificações estatísticas no portal do IBGE - www.ibge.gov.br/concla.