• Histórico
  • Quadros

Índice Nacional de Preços ao Consumidor - novembro 2019

Dados divulgados na sexta-feira, 6 de dezembro de 2019 - 08:59:59
INPC - Variação mensal, acumulada no ano, acumulada em 12 meses e peso mensal, segundo o índice geral e os grupos de produtos e serviços
Brasil - novembro 2019
Índice geral e grupos de produtos e serviçosVariação mensal (%)Variação acumulada no ano (%)Variação acumulada em 12 meses (%)Peso mensal (%)
Índice geral0,543,223,37100,0000
Alimentação e bebidas0,783,073,5330,0785
Habitação0,724,764,5818,5739
Artigos de residência-0,41-0,060,384,6379
Vestuário0,290,511,766,9166
Transportes0,193,382,5716,0257
Saúde e cuidados pessoais0,184,484,7110,1311
Despesas pessoais1,563,363,617,4386
Educação0,094,334,603,1944
Comunicação-0,030,270,293,0033
Fonte: IBGE - Índice Nacional de Preços ao Consumidor - novembro 2019



INPC - Variação mensal, acumulada no ano e acumulada em 12 meses, segundo as Áreas Metropolitanas
Índice geral - novembro 2019
Brasil e Áreas MetropolitanasVariação mensal (%)Variação acumulada no ano (%)Variação acumulada em 12 meses (%)
Brasil0,543,223,37
Belém0,963,794,25
Fortaleza0,343,633,77
Recife0,092,592,88
Salvador0,212,583,23
Belo Horizonte0,423,333,36
Grande Vitória0,372,952,67
Rio de Janeiro0,092,893,02
São Paulo0,833,833,84
Curitiba0,642,772,44
Porto Alegre0,412,943,15
Rio Branco0,783,113,68
São Luís1,052,592,94
Aracaju0,173,023,88
Campo Grande0,723,333,43
Goiânia0,843,223,12
Brasília0,412,132,17
Nota:
1- Série iniciada em maio 2018 para Rio Branco, São Luís e Aracaju.
Fonte: IBGE - Índice Nacional de Preços ao Consumidor - novembro 2019


INPC - Variação mensal, segundo o índice geral e os grupos de produtos e serviços (%)
Brasil
Índice geral e grupos de produtos e serviçosnovembro 2018dezembro 2018janeiro 2019fevereiro 2019março 2019abril 2019maio 2019junho 2019julho 2019agosto 2019setembro 2019outubro 2019novembro 2019
Índice geral-0,250,140,360,540,770,600,150,010,100,12-0,050,040,54
Alimentação e bebidas0,450,450,900,941,500,64-0,59-0,18-0,05-0,49-0,420,020,78
Habitação-0,78-0,170,160,320,320,301,000,031,201,180,04-0,600,72
Artigos de residência0,480,440,260,160,23-0,25-0,090,030,270,46-0,69-0,02-0,41
Vestuário-0,431,25-1,21-0,240,350,140,360,21-0,490,270,280,550,29
Transportes-0,63-0,780,610,341,180,910,56-0,30-0,41-0,08-0,010,350,19
Saúde e cuidados pessoais-1,410,220,010,400,371,890,440,71-0,63-0,140,780,420,18
Despesas pessoais0,250,230,360,09-0,080,230,070,230,320,320,070,161,56
Educação0,050,25-0,053,380,300,13-0,080,160,070,210,070,030,09
Comunicação-0,140,020,07-0,01-0,290,05-0,07-0,040,590,07-0,05-0,03-0,03
Fonte: IBGE - Índice Nacional de Preços ao Consumidor - novembro 2019


Símbolos especiais

Existem símbolos que representam valores especiais, como listados abaixo:

Símbolo Significado
- Zero absoluto, não resultante de um cálculo ou arredondamento.
Ex: Em determinado município não existem pessoas de 14 anos de idade sem instrução.
0 Zero resultante de um cálculo ou arredondamento.
Ex: A inflação do feijão em determinada Região Metropolitana foi 0.
Determinado município produziu 400 kg de sementes de girassol e os dados da tabela são expressos em toneladas.
X Valor inibido para não identificar o informante.
Ex: Determinado município só possui uma empresa produtora de cimento, logo o valor de sua produção deve ser inibido.
.. Valor não se aplica.
Ex: Não se pode obter o total da produção agrícola em determinado município quando os produtos agrícolas são contabilizados com unidades de medida distintas.
... Valor não disponível.
Ex: A produção de feijão em determinado município não foi pesquisada ou determinado município não existia no ano da pesquisa.
A a Z
(exceto X)
Significa uma faixa de valores. Varia em função da tabela (se for o caso).
Ex: O nível de precisão da produção estimada de combustíveis está na faixa A (95 a 100%).