Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 - outubro 2017

Dados divulgados na sexta-feira, 20 de outubro de 2017 - 09:00:00
IPCA15 - Variação mensal, acumulada no ano, acumulada em 12 meses e peso mensal, segundo o índice geral e os grupos de produtos e serviços
Brasil - outubro 2017
Índice geral e grupos de produtos e serviçosVariação mensal (%)Variação acumulada no ano (%)Variação acumulada em 12 meses (%)Peso mensal (%)
Índice geral0,342,252,71100,0000
Alimentação e bebidas-0,15-1,89-2,1224,7917
Habitação0,664,314,3915,5257
Artigos de residência-0,13-0,88-1,314,0080
Vestuário0,481,902,455,9597
Transportes0,602,844,1318,1237
Saúde e cuidados pessoais0,545,847,0212,0115
Despesas pessoais0,503,855,0110,9952
Educação0,016,927,024,9099
Comunicação0,481,491,733,6747
Fonte: IBGE - Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 - outubro 2017



IPCA15 - Variação mensal, acumulada no ano e acumulada em 12 meses, segundo as Áreas Metropolitanas
Índice geral - outubro 2017
Brasil e Áreas MetropolitanasVariação mensal (%)Variação acumulada no ano (%)Variação acumulada em 12 meses (%)
Brasil0,342,252,71
Belém0,231,311,50
Fortaleza0,552,212,80
Recife-0,072,763,78
Salvador0,642,472,76
Belo Horizonte0,251,732,06
Rio de Janeiro-0,082,252,50
São Paulo0,452,513,12
Curitiba0,662,903,24
Porto Alegre0,191,622,06
Goiânia0,621,301,04
Brasília0,222,613,88
Fonte: IBGE - Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 - outubro 2017


IPCA15 - Variação mensal, segundo o índice geral e os grupos de produtos e serviços (%)
Brasil
Índice geral e grupos de produtos e serviçosoutubro 2016novembro 2016dezembro 2016janeiro 2017fevereiro 2017março 2017abril 2017maio 2017junho 2017julho 2017agosto 2017setembro 2017outubro 2017
Índice geral0,190,260,190,310,540,150,210,240,16-0,180,350,110,34
Alimentação e bebidas-0,25-0,06-0,180,28-0,07-0,080,310,42-0,47-0,55-0,65-0,94-0,15
Habitação0,600,36-0,28-0,220,180,640,390,150,930,241,010,260,66
Artigos de residência-0,310,09-0,52-0,230,34-0,30-0,430,020,15-0,550,210,04-0,13
Vestuário0,36-0,030,57-0,18-0,31-0,020,440,740,690,04-0,290,310,48
Transportes0,670,460,790,710,66-0,16-0,44-0,40-0,10-0,641,351,250,60
Saúde e cuidados pessoais0,280,680,430,480,830,480,910,840,640,140,730,100,54
Despesas pessoais-0,120,470,630,750,370,300,230,270,260,310,340,450,50
Educação0,060,020,070,185,170,870,140,050,030,080,190,090,01
Comunicação0,280,160,080,490,84-0,310,180,190,120,00-0,32-0,180,48
Fonte: IBGE - Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 - outubro 2017

Símbolos especiais

Existem símbolos que representam valores especiais, como listados abaixo:

SímboloSignificado
- Zero absoluto, não resultante de um cálculo ou arredondamento.
Ex: Em determinado município não existem pessoas de 14 anos de idade sem instrução.
0 Zero resultante de um cálculo ou arredondamento.
Ex: A inflação do feijão em determinada Região Metropolitana foi 0.
Determinado município produziu 400 kg de sementes de girassol e os dados da tabela são expressos em toneladas.
X Valor inibido para não identificar o informante.
Ex: Determinado município só possui uma empresa produtora de cimento, logo o valor de sua produção deve ser inibido.
.. Valor não se aplica.
Ex: Não se pode obter o total da produção agrícola em determinado município quando os produtos agrícolas são contabilizados com unidades de medida distintas.
... Valor não disponível.
Ex: A produção de feijão em determinado município não foi pesquisada ou determinado município não existia no ano da pesquisa.
Letra A a Z (exceto X) Significa uma faixa de valores. Varia em função da tabela (se for o caso).
Ex: O nível de precisão da produção estimada de combustíveis está na faixa A (95 a 100%).