• Histórico
  • Quadros

Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - novembro 2017

Dados divulgados na sexta-feira, 8 de dezembro de 2017 - 09:00:00
IPCA - Variação mensal, acumulada no ano, acumulada em 12 meses e peso mensal, segundo o índice geral e os grupos de produtos e serviços
Brasil - novembro 2017
Índice geral e grupos de produtos e serviçosVariação mensal (%)Variação acumulada no ano (%)Variação acumulada em 12 meses (%)Peso mensal (%)
Índice geral0,282,502,80100,0000
Alimentação e bebidas-0,38-2,40-2,3224,7108
Habitação1,276,686,0515,6997
Artigos de residência-0,45-1,51-1,814,0266
Vestuário0,102,022,355,9438
Transportes0,522,843,9818,1038
Saúde e cuidados pessoais0,346,096,6112,0444
Despesas pessoais0,423,965,0010,9463
Educação0,036,947,024,8532
Comunicação0,151,871,893,6713
Fonte: IBGE - Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - novembro 2017



IPCA - Variação mensal, acumulada no ano e acumulada em 12 meses, segundo as Áreas Metropolitanas
Índice geral - novembro 2017
Brasil e Áreas MetropolitanasVariação mensal (%)Variação acumulada no ano (%)Variação acumulada em 12 meses (%)
Brasil0,282,502,80
Belém0,051,311,52
Fortaleza-0,161,722,34
Recife0,262,873,32
Salvador-0,262,042,36
Belo Horizonte-0,081,701,95
Grande Vitória-0,032,152,79
Rio de Janeiro0,262,472,73
São Paulo0,583,003,36
Curitiba-0,152,842,98
Porto Alegre0,552,242,19
Campo Grande0,501,962,67
Goiânia0,963,263,31
Brasília0,463,154,31
Fonte: IBGE - Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - novembro 2017


IPCA - Variação mensal, segundo o índice geral e os grupos de produtos e serviços (%)
Brasil
Índice geral e grupos de produtos e serviçosnovembro 2016dezembro 2016janeiro 2017fevereiro 2017março 2017abril 2017maio 2017junho 2017julho 2017agosto 2017setembro 2017outubro 2017novembro 2017
Índice geral0,180,300,380,330,250,140,31-0,230,240,190,160,420,28
Alimentação e bebidas-0,200,080,35-0,450,340,58-0,35-0,50-0,47-1,07-0,41-0,05-0,38
Habitação0,30-0,590,170,241,18-1,092,14-0,771,640,57-0,121,331,27
Artigos de residência-0,16-0,31-0,100,18-0,29-0,28-0,23-0,07-0,230,200,13-0,39-0,45
Vestuário0,200,32-0,36-0,13-0,120,480,980,21-0,420,290,280,710,10
Transportes0,281,110,770,24-0,86-0,06-0,42-0,520,341,530,790,490,52
Saúde e cuidados pessoais0,570,490,550,650,691,000,620,460,370,410,320,520,34
Despesas pessoais0,471,010,450,310,520,090,230,330,360,290,560,320,42
Educação0,060,070,295,040,950,030,080,08-0,020,240,040,060,03
Comunicação0,270,020,630,66-0,630,550,090,09-0,02-0,560,500,400,15
Fonte: IBGE - Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - novembro 2017

Símbolos especiais

Existem símbolos que representam valores especiais, como listados abaixo:

SímboloSignificado
- Zero absoluto, não resultante de um cálculo ou arredondamento.
Ex: Em determinado município não existem pessoas de 14 anos de idade sem instrução.
0 Zero resultante de um cálculo ou arredondamento.
Ex: A inflação do feijão em determinada Região Metropolitana foi 0.
Determinado município produziu 400 kg de sementes de girassol e os dados da tabela são expressos em toneladas.
X Valor inibido para não identificar o informante.
Ex: Determinado município só possui uma empresa produtora de cimento, logo o valor de sua produção deve ser inibido.
.. Valor não se aplica.
Ex: Não se pode obter o total da produção agrícola em determinado município quando os produtos agrícolas são contabilizados com unidades de medida distintas.
... Valor não disponível.
Ex: A produção de feijão em determinado município não foi pesquisada ou determinado município não existia no ano da pesquisa.
Letra A a Z (exceto X) Significa uma faixa de valores. Varia em função da tabela (se for o caso).
Ex: O nível de precisão da produção estimada de combustíveis está na faixa A (95 a 100%).